News - Praça do Hipódromo volta a receber as aulas do Projeto Frevo na Praça. / Camisas com a marca do grupo estão à venda por R$30 reais. / Site dos Guerreiros ultrapassa 285 mil visitas. / VOCÊ GOSTOU DO SITE? JÁ PARTICIPOU DE ALGUMA ATIVIDADE NOSSA? TEM ALGUMA SUGESTÃO? COMENTE, MANDE SUA MENSAGEM POR E-MAIL OU PELAS REDES SOCIAIS. DÊ SUA OPINIÃO E NOS AJUDE A APRIMORAR NOSSAS AÇÕES COM O FREVO. CERTAMENTE ISSO NOS AJUDARÁ BASTANTE A ENRIQUECER TODO O TRABALHO. OBRIGADO!

O Brasão dos Guerreiros do Passo

Conheça uma particularidade especial da marca do grupo
Imagem da ilustração antes da reforma da Praça do Hipódromo
Foto captada pelo Google Street View em janeiro de 2012
O símbolo que representa uma sombrinha de frevo na marca dos Guerreiros do Passo, vem chamando a atenção e produzindo certa estranheza naquelas pessoas que não estão acostumadas com o desenho pouco habitual do instrumento principal do passista. 
Como foi muito bem explicado no Conceito da Marca, disponível aqui no blog, a identidade visual dos Guerreiros, além de ter sido idealizada com elementos característicos do nosso ritmo, levou uma forte influência da Praça do Hipódromo, tendo recebido a reprodução de uma ilustração existente na pavimentação da mesma.

O designer JORGE HOPPER, quis vincular simbolicamente este fragmento gráfico na identidade visual do grupo, visto que a Praça representa grande importância e carrega valiosa estima por todos que integram os Guerreiros do Passo. A vinheta, como é chamada pelo profissional criador, é uma ilustração originada das famosas “calçadas de pedras portuguesas”, e sua implantação na nossa cidade remonta às primeiras décadas do século XX, quando o Recife passava na época por uma reforma urbanística. As gravuras exibiam temas diversos, muitas delas alusivas à formas alegóricas da história clássica, disponibilizadas num verdadeiro museu a céu aberto.

Calçada do Parque Treze de Maio
Infelizmente, o descaso imposto pelos poderes públicos tem reservado tratamento inadequado a estes exemplares singelos do nosso chão, ficando cada vez mais raro observá-los pelas ruas e pátios da cidade.
E a Praça Tertuliano Feitosa (conhecida como Praça do Hipódromo) também passou recentemente por uma desrespeitosa ação de descaracterização do seu Projeto arquitetônico. Com a reforma realizada na Praça em 2012, a Prefeitura do Recife, na gestão do prefeito João da Costa, alterou o projeto original dessa ilustração no piso do lugar, inserindo um gráfico diferente do anteriormente colocado. O fato lamentável passou despercebido pela comunidade e nem sequer provocou alarido perante àqueles que deveriam salvaguardar a memória cultural do nosso povo.
Rua Marquês de Olinda, Recife Antigo

Graças a alguns registros fotográficos, foi possível recuperar a imagem do formato antigo da vinheta, e com isso, podemos eternizá-la aqui, já que a Prefeitura não o fez na prática. Como demonstração, disponibilizamos outras figuras que ainda estão expostas nos calçamentos do centro da cidade, inclusive, algumas bem parecidas e outra idêntica a que foi utilizada na marca dos Guerreiros. Ela fica na calçada que circunda a Câmara de Vereadores do Recife.
Calçada da Câmara Municipal do Recife - Novembro de 2011



O carnaval do Recife, intimamente ligado às agremiações pedestres, foi construindo sua história através desses calçamentos e sobre os paralelepípedos impregnados de confetes e serpentinas de glórias, traduzindo a base de todas as nossas tradições culturais. Ali passaram cortejos triunfantes e passistas inesquecíveis escreveram suas biografias sob delirante euforia momesca. E tudo isso agora passa a existir poeticamente no coração e na alma de todos os Guerreiros do Passo, simbolizado por um “Brasão”, um “selo de originalidade”, que em conjunto com o todo da marca, nos conduzem a uma composição visual única, surpreendente e absolutamente com a cara do Frevo pernambucano. Viva o Guerreiros do Passo!

Eduardo Araújo

3 comentários:

  1. Brilhante ideia, essa de eternizar na sombrinha, o solo onde se dança.
    Parabéns Guerreiros!!!

    ResponderExcluir
  2. ESTA PRAÇA DO HIPÓDROMO TEM TUDO A VER E EM TODOS OS TEMPOS SERÁ UM MARCO PARA O NOSSO FREVO, É NOSSA CARACTERÍSTICA EM SUAS PRIMEIRAS MANIFESTAÇÕES DE RUA. (Geraldo Silva)

    ResponderExcluir
  3. O BRASÃO ESTA EM COMUM COM O NOSSO BRASIL TAMBÉM. LEMBRANDO PORTUGAL NATURALMENTE A SUA NOBRESA ESTÁ ILUSTRADA NOS NOSSOS ESTANDARTES. AS PEDRAS DAS CALÇADAS COM DISFARSES NOS MOSTRAM A MARCA DA MONARQUIA ACOM A FLOR DE LIZ ALÍ ESTAMPADA DISCRETAMENTE. (AOS MEUS ÓLHOS). (Geraldo Silva)

    ResponderExcluir