NAS AULAS DOS GUERREIROS A GRANDE ESTRELA É O FREVO!

Veja algumas imagens e tire suas próprias conclusões.

UNIÃO ENTRE PASSISTAS, É POSSÍVEL?

OPINIÃO. Fala-se muito da necessidade de ver um dia a tão esperada união entre os passistas de frevo.

A FORÇA DA CAMISA AZUL

Nas aulas do Projeto Frevo na Praça, já foi possível observar que os professores dos Guerreiros do Passo, utilizam nos seus encontros semanais no bairro do Hipódromo...

MAX LEVAY REGISTRA OS GUERREIROS DO PASSO

O pernambucano Max Levay, profissional de reconhecido talento da arte da fotografia, fez um bonito registro dos Guerreiros do Passo no último mês de março. O artista produziu...

FOCO NO APRENDIZADO

Hoje em dia a busca por um melhor condicionamento na arte desenvolvida pelos famosos passistas de frevo, tem levado alguns praticantes a sair por ai pulando de aula em aula...

News - Camisas com a marca do grupo estão à venda por R$20 reais. / Site dos Guerreiros ultrapassa 300 mil visitas. / VOCÊ GOSTOU DO SITE? JÁ PARTICIPOU DE ALGUMA ATIVIDADE NOSSA? TEM ALGUMA SUGESTÃO? COMENTE, MANDE SUA MENSAGEM POR E-MAIL OU PELAS REDES SOCIAIS. DÊ SUA OPINIÃO E NOS AJUDE A APRIMORAR NOSSAS AÇÕES COM O FREVO. CERTAMENTE ISSO NOS AJUDARÁ BASTANTE A ENRIQUECER TODO O TRABALHO. OBRIGADO!

Em fevereiro a folia vai tomar conta do bairro do Hipódromo

Desde o momento em que foi anunciado o cancelamento do desfile da Troça O Indecente em 2014, alguns amigos próximos sensibilizados com o fato, se empenharam na mobilização dos seus contatos, separando um tempo de sua rotina atribulada para resolver a questão. Esforços foram feitos em conjunto para levar o assunto a Prefeitura do Recife, percebendo a necessidade de se manter vivo um carnaval nos moldes do autêntico frevo de rua.

E neste instante colhemos as primeiras notícias dos encaminhamentos enviados aos órgãos públicos. É isso mesmo! Podem ter certeza que os amantes da festa tradicional pernambucana não ficarão órfãos de seu carnaval. Sábado, dia 15 DE FEVEREIRO DE 2014, a Troça Carnavalesca Mista O INDECENTE, agremiação dos Guerreiros do Passo, sairá novamente pelas ruas do bairro do Hipódromo.
Evoé!!!

Grupo Guerreiros do Passo na Manhã de Sol do Bloco da Saudade

O grupo Guerreiros do Passo entrou na programação em homenagem aos 40 anos do Bloco da Saudade e realizou uma apresentação especial na 2ª Manhã de Sol da agremiação que aconteceu nas dependências da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB) no domingo, dia 26 de janeiro. A orquestra do Maestro LESSA acompanhou os dançarinos levando o público presente ao êxtase.

Guerreiros do Passo fazem a Praça do Hipódromo ficar tomada pelo frevo

Os encontros de meio de semana promovidos pelos Guerreiros do Passo na Praça do Hipódromo estão levando uma verdadeira multidão interessada em praticar o ritmo maior do estado. E nesta última quarta não foi diferente. Veja algumas imagens da noite.


Um futuro incerto para o carnaval

Com as novas normas implantadas pela Prefeitura do Recife para a realização das prévias e eventos carnavalescos de 2014, este governo poderá criar um fenômeno na cidade: a completa extinção de diversas troças e clubes tradicionais do nosso carnaval. Como eles querem que haja organização e preparativos antecipados se muitas agremiações dependem do retorno de alguns poucos patrocinadores, muitos deles com ajuda financeira irrisória e que chegam de última hora? Como concorrer com agremiações de estrutura maior, de nome, e que podem antecipar seus preparativos?

É quase inviável para quem é pequeno. Porém, pequeno, não quer dizer de menor qualidade, de folia miúda. Como mandar ofícios de solicitação para as entidades como policia militar e Secretaria de Cultura, se ainda não temos certeza dos recursos? Quando aparece a grana, a prefeitura e o comando da Policia DIZEM QUE NÃO ACEITAM MAIS os pedidos porque encerraram os prazos. E os casos excepcionais, como são tratados? Lembrando que nem toda entidade carnavalesca desfila em passarela, e por isso não recebe os recursos da secretaria de cultura, que por sinal são ridículos. Só o Galo da Madrugada e aqueles “Blocos” que não respeitam os nossos ouvidos, com trios elétricos ensurdecedores e que insultam a tradição do nosso carnaval tem respaldo? Concordo que deva existir um controle adequado para os eventos, evitando uma anarquia completa, porém, determinados casos não podem e nem devem ser tratados de forma idêntica. Nem todo mundo faz carnaval para multidão, com bagunça e confusão.

Não devemos colocar o peso dos erros e aborrecimentos de um evento desordenado em toda troça, bloco ou clube que exista na cidade. Quem sofre são os pequenos, porque terão que nivelar sua estrutura num patamar superior, aquém de suas possibilidades. As troças e os pequenos Clubes que viviam pedindo socorro, mendigando para implementar seus carnavais, o que farão agora? Será o fim da festa espontânea, verdadeira e autêntica do povo...
Eduardo Araújo

Guerreiros agora têm domínio próprio

A página dos Guerreiros do Passo na internet está com um novo domínio. O que é isso?
Ter um domínio próprio é ter um site com endereço personalizado, único, sem depender de plataformas gratuitas que fazem a indexação do nome da instituição na sua página, por exemplo: www.guerreirosdopasso.blogspot.com ou www.guerreirosdopasso.wordpress.com, entre outros.

A mudança é importante, uma vez que pode agregar uma maior credibilidade nas publicações referentes as ações desenvolvidas pelo grupo. O domínio exclusivo facilita a memorização, melhora a divulgação do site, principalmente onde a marca se dá por meios orais, como numa conversa, indicação ou até mesmo em uma anotação. Quanto mais simples e fácil de lembrar ou escrever, melhor será para o marketing da página. São indiscutíveis as vantagens de se ter um endereço personalizado, pois, muitos internautas não costumam acessar qualquer site na internet para chegar a determinado assunto, justamente pelo título pouco profissional e conteúdo duvidoso que tal endereço possa oferecer.

Com o domínio próprio, os Guerreiros do Passo ultrapassam mais uma etapa em sua trajetória, podendo ampliar seus leitores, trazendo profissionalismo e confiança para os seus seguidores.
Para acessar o novo endereço é só digitar:

A bagunça continua imperando no concurso de passistas do Recife

Para aqueles que não têm o costume de observar as perspicazes resoluções da tal Secretária de Cultura, não percebeu que houve uma ligeira reformulação no Concurso de Passistas de 2014. É, é verdade! A divulgação ocorreu neste dia 07 de janeiro, e confirmada pelo Diário Oficial do Município, disponível na internet. É uma baboseira atrás da outra. Gostaria de saber quem é a mente brilhante que está por trás desse famigerado Concurso de Passistas. E olhe que esta informação ainda vai ser noticiada na imprensa, ou talvez não, como diria o famoso Veloso. Mas, vamos lá para a grande novidade: Os recursos para o Concurso de Passistas DOBROU DE VALOR! Olha que coisa boa... O que antes os valores disponibilizados ficavam em torno de 5.500,00 reais, chegou agora ao montante de R$ 11.000,00. Que maravilha! Isso que é uma gestão preocupada em valorizar o frevo.

Ai você pergunta: como, e por que foi aumentado o valor dado aos dançarinos? Será que reintegraram as categorias anteriormente excluídas? Ou relocaram recursos de outras áreas para o concurso? Nada disso, tudo continua como antes, mas, com uma grotesca diferença. Os “inteligentes” da Fundação de Cultura esqueceram que no concurso também haveria a participação do gênero feminino na disputa. É verdade! Dá para acreditar nisso??? Eles nem perceberam que as categorias femininas estavam fora da disputa. É isso mesmo. O valor aumentou simplesmente pela inclusão das mulheres no concurso. E eles nem sequer foram capazes de observar tal aberração. Logo após da besteira feita, mandaram uma retificação para o edital lançado e publicaram no Diário do Município.

Pois bem, fiquem sabendo agora que tudo continua como antes, assim como foi divulgado aqui no blog, porém, com a inclusão do gênero feminino na disputa. É brincadeira...

É um assombro! Eu acho é pouco, enquanto têm passistas por ai querendo chamar a atenção com asneiras na cabeça, preocupados mais com suas “pintas”, a desgraceira continua imperando no centro. Esse é o reflexo de uma classe que olha apenas para seu umbigo e que não está nem um pouco preocupada com os desmandos dos gestores públicos. Ai alguém pode dizer: “Eita! Esse cara agora ta querendo colocar em nós a culpa disso tudo”. Talvez não seja toda a responsabilidade, mas uma representação de nossa inércia cultural, sim. Alguém duvida que só depende de nós modificar isso?

Estimulei num artigo anterior a realização de um boicote no Concurso de Passistas deste ano, imaginando que os organizadores olhassem para o problema e tentassem mudar algo, entretanto, parece que ninguém quer saber disso, com exceção de um ou dois colegas que se colocaram à disposição, no entanto, todos os outros estão preocupados em fazer apenas suas exibições de “pernão” e escancarar no palco armado suas caras congeladas, como fossem máscaras emolduradas de sorrisos falsos. Fica o alerta. Vamos ser mais práticos, por favor...

2014 inicia com muito Frevo na Praça

O começo do ano para os Guerreiros do Passo aconteceu neste sábado, dia 04 de janeiro. E foi um inicio de trabalho que superou todas as expectativas. Uma legião de passistas tomou conta da Praça do Hipódromo neste último sábado, e o espaço ficou repleto pelos amantes do passo. Veja algumas imagens abaixo.

Secretaria de Cultura desvaloriza concurso de passistas

Foram anunciadas as regras para os Concursos carnavalescos de 2014, organizado pela Prefeitura do Recife. Dentre as modalidades, no que se refere aos passistas, a Secretaria de Cultura conseguiu se superar nos erros das gestões anteriores, e o descaso com os nossos dançarinos parece que vai se estender por mais um ano. Segundo as reportagens que estão sendo publicadas na imprensa, a peleja vai acontecer entre 13 e 15 de fevereiro, e a final no dia 16 de fevereiro de 2014. De acordo com o Diário Oficial do Município, as datas referentes as disputas dos passistas não batem. Eu mesmo tentei procurar informações ligando para a Casa do Carnaval e a Fundação de Cultura, e não obtive nenhuma resposta concreta. Prefiro confiar nas fontes dos jornais.

Mas, a grande bobagem que será feita este ano não faz menção as datas, isso pode muito bem ser incompetência no trato com a comunicação da Secretaria de Cultura, como tudo que acontece por lá. A novidade é a exclusão das modalidades PASSISTA FOLIÃO, MASTER e PRÉ-MIRIM, e mais, as categorias INFANTIL e MIRIM não serão remuneradas, receberão apenas medalhas e certificados de participação. Isso que é valorizar os primeiros foliões da nossa cidade!!! Se depender do incentivo da Prefeitura, não surgirão passistas talentosos num futuro próximo, e vamos depender por mais tempo das “pintas” e “pernões fechativos” de alguns robôs do passo.

A famigerada disputa disponibilizará ainda, os mesmos valores irrisórios dados aos vencedores das versões antecedentes, tendo o total geral das premiações não ultrapassando os R$ 5.500,00. Na terra do frevo, Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, os seus autênticos representantes recebem verdadeiras esmolas dos órgãos públicos.

Quem diz que isso não pode ser uma decisão proposital de gente que não está nem um pouco interessada em valorizar nossos artistas? Ou talvez uma prova de total incompetência de quem está à frente da Secretaria de Cultura.
Com valores tão insignificantes, pode-se imaginar como o frevo vem perdendo a disputa para outros ritmos do país, sendo aniquilado pouco a pouco do que resta de sua hegemonia tradicional. É assim que os responsáveis pela Fundação de Cultura pensam uma das representações mais emblemáticos da festa maior da cidade? Será que os passistas sempre serão vistos como meros acessórios de adorno nas apresentações musicais e monopolizados por diversas esferas do poder público, sem ao menos receberem uma contrapartida justa pela usurpação de sua imagem? Parece que eles não estão nem ai para aqueles que ajudaram a construir a história do frevo. E esses briosos passistas, por estarem ligados a cultura popular, continuam sendo fortemente discriminados. É o pior, são considerados profissionais com força cultural medíocre e sem fala relevante para atuar politicamente, tendo em vista os desmandos perpetrados contra a categoria.

O que nos resta? Reclamar? Precisamos nos unir e diminuir a futilidade de alguns dançarinos que se acham superiores e que estão afastando-se uns dos outros por pura vaidade e interesses pessoais, esquecendo que a união poderia mudar esta realidade. União não quer dizer estar colado, coexistindo em ambientes iguais ou com estilos semelhantes, mas, refere-se a um conjunto de falas e pensamentos comuns, com posicionamentos equivalentes a uma postura de valorização da classe. E lembre-se, a trincheira poderia começar pelo Concurso de passistas. Que tal negligenciarmos e boicotarmos esta disputa?  Quem sabe eles (dirigentes públicos) criassem uma consciência de respeito com grandes melhorias podendo ocorrer através do ato.

Na verdade, o que eles querem de fato, é que saiamos para as ruas, mas, só para pular e receber os míseros cachês depois de alguns meses. Isso um dia tem que mudar. E deve começar por nós, só assim seremos respeitados.
Eduardo Araújo

Frevo na Praça retorna com força total

2014 está apenas no seu inicio e os Guerreiros do Passo já retornam com o Projeto Frevo na Praça no bairro do Hipódromo. Neste sábado, dia 04 de janeiro, o grupo de professores levarão a alegria pernambucana a quem possa interessar em plena praça pública e de graça. Daqui pra frente, todas as quartas e sábados a folia será uma constante no lugar, e com a proximidade do carnaval não temos dúvidas que uma verdadeira multidão se fará presente.
O momento é de preparação, reforço muscular e de afiar as canelas que a folia vai começar. Sem esquecer que este ano um Laboratório será preparado para aprimorarmos os trabalhos. O Projeto Frevo na Praça acontece todos os sábados às 15 horas e nas quartas às 19 horas.