News - Diretoria do grupo cancela o reinício das aulas no restante do primeiro semestre de 2017. / Camisas com a marca do grupo estão sendo vendidas pelo valor de R$30 reais. / Site dos Guerreiros ultrapassa 270 mil visitas. / Para acompanhar o grupo nas redes sociais clique nos botões disponíveis nesta página. / VOCÊ GOSTOU DO SITE? JÁ PARTICIPOU DE ALGUMA ATIVIDADE NOSSA? TEM ALGUMA SUGESTÃO? COMENTE, MANDE UMA MENSAGEM POR E-MAIL OU PELAS REDES SOCIAIS. DÊ SUA OPINIÃO E NOS CONTE SOBRE A SUA EXPERIÊNCIA COM A DANÇA PERNAMBUCANA. CERTAMENTE ISSO NOS AJUDARÁ BASTANTE A ENRIQUECER TODO O TRABALHO. OBRIGADO!

Laboratório do Passo é lançado em grande estilo

Nesse sábado, 24 de maio, o grupo Guerreiros do Passo fez o lançamento do seu notabilizado Laboratório do Passo com a ilustre presença de grandes nomes do frevo. Personalidades como o escritor, jornalista e historiador Leonardo Dantas Silva e o Porta-estandarte, fundador do Galo da Madrugada, Fernando Zacarias deram mérito ao Laboratório. A ação será realizada mensalmente e tem o objetivo de fazer o levantamento de movimentos e passos do frevo que estão esquecidos ou são poucos praticados na atualidade pelos dançarinos. Os passistas José Ramos e José Clemente, ambos discípulos do Mestre Nascimento do Passo, também trouxeram suas experiências ao encontro.

Logo após a aula inicial com o Método Nascimento do Passo, deu-se inicio aos trabalhos do dia, com a formação de uma grande roda onde os convidados expuseram suas falas sobre o frevo e sobre o projeto criado pelos Guerreiros do Passo. Paralelamente, houve a exibição do primeiro passo pesquisado: o Currupio, movimento descrito pelo escritor Waldemar de Oliveira no seu livro Frevo, capoeira e passo.
A tarde também foi a oportunidade para a apresentação da equipe que vai ficar responsável pelas pesquisas e investigações do Laboratório, com a incorporação de dois profissionais convocados: o passista e preparador físico Alex Pontes e o passista folião Laércio Olímpio (Colibri). 
No próximo sábado, o Laboratório voltará a acontecer, sempre na Praça do Hipódromo a partir das 15 horas.


Um comentário:

  1. Para aqueles que preserva e divulga a cultura do frevo, vale apenas participar dando sua colaboração de várias formas. A praça estará sempre aberta para todos, foliões, passista de outros grupos e escolas. Aqui não existe coadjuvantes e se existe somos todos nós. Pois a estrela principal será sempre o FREVO.

    ResponderExcluir