News - Praça do Hipódromo volta a receber as aulas do Projeto Frevo na Praça. / Camisas com a marca do grupo estão à venda por R$30 reais. / Site dos Guerreiros ultrapassa 285 mil visitas. / VOCÊ GOSTOU DO SITE? JÁ PARTICIPOU DE ALGUMA ATIVIDADE NOSSA? TEM ALGUMA SUGESTÃO? COMENTE, MANDE SUA MENSAGEM POR E-MAIL OU PELAS REDES SOCIAIS. DÊ SUA OPINIÃO E NOS AJUDE A APRIMORAR NOSSAS AÇÕES COM O FREVO. CERTAMENTE ISSO NOS AJUDARÁ BASTANTE A ENRIQUECER TODO O TRABALHO. OBRIGADO!

Guerreiros analisaram o passo do Pião no Laboratório do Passo

Esta edição do Laboratório do Passo trouxe o Passo do Pião para os Guerreiros experimentarem na Praça do Hipódromo em (20/09). O Pião é um movimento conhecido no frevo, porém, é pouco praticado pelos passistas na atualidade. O movimento é executado em plano médio num giro de 360º graus, sempre com um dos pés em ponta. Um efeito corporal plasticamente belo que encanta a quem assiste pela primeira vez. O treinamento realizado com a supervisão dos instrutores do grupo, os participantes conseguiram obter um ótimo aproveitamento. Essa é a missão do Laboratório do Passo, estimular a adequação na atualidade de elementos coreográficos perdidos ou pouco exercitados do frevo. Veja algumas imagens.

3 comentários:

  1. Fiquei muito sensibilizado pela acolhida à nossa presença, minha e de nosso Amigão Samuel Valente. Seja lá aonde for, onde tiver atividades que procuram manter a bandeira do nosso Frevo, darei sempre o meu apoio e incentivo.

    O trabalho que os GUERREIROS DO PASSO realiza é de grande importância artístico-cultural e, também, social, porque mantem uma interação com a comunidade, com a cidade, com o estado, com o país e com o mundo inteiro. Observem no globo, acima, os pontos que demonstram essa interação.

    EVOÉ, GUERREIROS DO PASSO!

    Maestro Hamilton Florentino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Correção: "O trabalho que os GUERREIROS DO PASSO realizam.."


      Maestro Hamilton Florentino

      Excluir
  2. Suas palavras impulsionam nossas ações amigo. OBRIGADO pelo carinho.
    Eduardo Araújo

    ResponderExcluir