News - Diretoria do grupo cancela o reinício das aulas no restante do primeiro semestre de 2017. / Camisas com a marca do grupo estão sendo vendidas pelo valor de R$30 reais. / Site dos Guerreiros ultrapassa 270 mil visitas. / Para acompanhar o grupo nas redes sociais clique nos botões disponíveis nesta página. / VOCÊ GOSTOU DO SITE? JÁ PARTICIPOU DE ALGUMA ATIVIDADE NOSSA? TEM ALGUMA SUGESTÃO? COMENTE, MANDE UMA MENSAGEM POR E-MAIL OU PELAS REDES SOCIAIS. DÊ SUA OPINIÃO E NOS CONTE SOBRE A SUA EXPERIÊNCIA COM A DANÇA PERNAMBUCANA. CERTAMENTE ISSO NOS AJUDARÁ BASTANTE A ENRIQUECER TODO O TRABALHO. OBRIGADO!

Publicação de Universidade do Japão apresentou estudo sobre os Guerreiros do Passo

Os Guerreiros do Passo fizeram parte de um estudo de caso publicado em uma revista acadêmica da Tokyo Gakugai University, universidade situada na cidade de Tóquio, Japão. O trabalho apresenta estudo sobre as atividades desenvolvidas pelo Projeto Guerreiros do Passo na cidade do Recife entre os anos de 2009 e 2011. O responsável pela publicação é o professor, Mestre em Educação Física, Chikashi Kambe. O docente que está passando alguns dias no Brasil, disponibilizou o resultado de suas investigações, fornecendo um exemplar impresso aos dirigentes da instituição. O trabalho foi concluído em 2013, mas só agora foi exposto para o grupo.

Foram examinadas as principais atividades do Projeto. Os resultados foram resumidos da seguinte forma. 1) aulas de dança semanais para o público em geral, 2) histórico do frevo, 3) grupo de dança Guerreiros do Passo, 4) grupo carnavalesco Troca O Indecente (The Indecent). No compêndio, também é mencionada a herança cultural do Mestre Nascimento do Passo. Todo o material está no idioma japonês e exibe um resumo em inglês.

O interesse de pesquisadores de outros países pelo grupo demonstra que o trabalho está calcado na linha da seriededade no trato com o frevo, e confirma a preocupação única da organização por essa importante manifestação artística, transmitindo seus saberes e dando continuidade as ações de valorização e salvaguarda de uma das danças mais tradicionais da cultura brasileira e pernambucana. Todos os Guerreiros estão de parabéns. Evoé!!!
O estudo está disponível na internet. Clique AQUI.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário