News - Praça do Hipódromo volta a receber as aulas do Projeto Frevo na Praça. / Camisas com a marca do grupo estão à venda por R$30 reais. / Site dos Guerreiros ultrapassa 285 mil visitas. / VOCÊ GOSTOU DO SITE? JÁ PARTICIPOU DE ALGUMA ATIVIDADE NOSSA? TEM ALGUMA SUGESTÃO? COMENTE, MANDE SUA MENSAGEM POR E-MAIL OU PELAS REDES SOCIAIS. DÊ SUA OPINIÃO E NOS AJUDE A APRIMORAR NOSSAS AÇÕES COM O FREVO. CERTAMENTE ISSO NOS AJUDARÁ BASTANTE A ENRIQUECER TODO O TRABALHO. OBRIGADO!

Festa histórica de Aniversário dos Guerreiros do Passo

Festa de comemoração dos 12 anos de Nascimento do grupo teve a participação ilustre do calunga Homem da Meia-Noite e da Banda da Polícia Militar de Pernambuco
Ainda estamos maravilhados pela extraordinária e inesquecível comemoração de aniversário dos Guerreiros do Passo. A tarde de festa foi marcada pela visita de duas instituições gloriosas da cultura do estado. Uma ocasião histórica que vai ficar eternamente guardada na memória do grupo e certamente na história do frevo. Os 12 anos de Nascimento dos Guerreiros foi a maior concentração de vibração positiva que um grupo popular pôde desfrutar na sua data maior. A Praça do Hipódromo estava repleta de foliões e passistas que encheram de cor e alegria um espaço que a partir de agora se tornou definitivamente um ambiente consagrado do frevo no Recife.
A festa foi mágica e notabilizada sobretudo pelo acontecimento da vinda ao local do evento, do maior personagem do carnaval de Pernambuco: o HOMEM DA MEIA-NOITE. A figura simbólica mais importante da cultural do estado, estava ali, pertinho da gente, vindo de Olinda para visitar o nosso grupo.
Foi difícil segurar a emoção quando percebíamos o calunga se aproximando da praça. As pernas e os nervos estavam abalados pelo regozijo do momento.
Não hesitamos em afirmar que este acontecimento foi um marco para todos nós. Aproveito para compartilhar aqui um comentário extraído da internet do grande amigo Sérgio Gusmmão, ao afirmar de forma carinhosa o seguinte:

“A presença do Homem da Meia Noite ontem na festa de aniversário consagra de maneira inquestionável e absoluta a importância do GUERREIROS DO PASSO para a preservação do passo como expressão da maior importância para o carnaval de Pernambuco. ”

Agradecemos a bondade e as palavras do nosso amigo Sérgio, mas dizemos que estamos distantes desse propósito, apesar de entender que já conquistamos em pouco tempo de vida diversas realizações para um grupo popular. Digo que a nossa atuação se restringe unicamente em exaltar o frevo e a memória cultural do Mestre Nascimento do Passo, e faremos todo o esforço possível para nos manter firme nesse propósito. Nunca duvide daqueles que fazem seu trabalho por amor e dão sentido a vida através da arte.

Tivemos a honra de receber conjuntamente com o calunga, o seu presidente Luiz Adolpho, e demais membros da sua diretoria. Aproveito para exaltar Luiz Adolpho pelo gesto delicado e afetuoso em oportunizar tamanha felicidade para os Guerreiros, e dizer que de agora em diante, seremos não apenas seus admiradores, mas, seus fiéis e eternos amigos. Os agradecimentos também à todos que fazem o Clube de Alegoria e Crítica Homem da Meia-Noite.

A Banda da Polícia Militar de Pernambuco também se fez presente no aniversário dos Guerreiros do Passo e presenteou à todos com sua imponente força musical. Uma atração especialíssima que transformou o momento de comemoração numa verdadeira solenidade em nome do frevo e do passo.
Foi um orgulho imenso estar ladeado de músicos admiráveis que compõem a Banda, e que são, sem sombras de dúvidas, patrimônio do povo pernambucano. Aliás, tivemos a honra de recebê-los pela segunda oportunidade consecutiva, encantando o público e proporcionando ainda mais brilho a ocasião. Isso tudo vem provar que trabalhar sério e de forma honesta traz frutos e nos aproxima de instituições de valor inestimável para a cultura do estado. Obrigado a Banda da Polícia Militar por acreditar no nosso trabalho e nos fazer eternamente gratos pela bela e importante parceria. Estendemos nossos agradecimentos especiais ao Guerreiro, passista e amigo Ten. Jamerson Júnior pelo seu esforço e dedicação ao proporcionar a vinda da Banda e o que foi necessário para a realização da tarde de comemoração do grupo. Nossos agradecimentos igualmente ao Coronel Jonas Félix Barbosa, ao Major Dileon, ao regente da banda Subtenente Gleibson de Souza e ao Comando Geral da Polícia Militar de Pernambuco. Foi uma tarde inesquecível.... Obrigado em nome de todos os Guerreiros do Passo.

Nossos agradecimentos especiais aos professores que são fundamentais para a existência dos Guerreiros, e que se mantêm firmes como bravos defensores dos ideais do grupo. Obrigado a Lucélia Albuquerque; a Laércio Olimpio; Ricardo Napoleão e Valdemiro Neto. Sem vocês não há carnaval... Agradecemos ainda aos amigos que proporcionaram o apoio fundamental na realização da festa: Adelazir Nogueira, Cristina Régis, Maria Cristina, Rinaldo Almeida, Daniele Costa, Maria José e seu esposo Luiz; a José Augusto (Guto), e Felipe Cabral. Agradecemos igualmente aos amigos que vêm ajudando e dando suas contribuições voluntárias para auxiliar nas despesas do grupo: Camila Vieira Marinho, Marcus Soares, William Silva, Priscila, Alcântara Teixeira, Fabiny Melo, Socorro Tonouss, Antônia Nery, Rosinete Barbosa, Caio Mário José Sales, Dilma do Passo, Soraia Souza, Tereza Sales, Lis Lino e Lucas Cabral. Obrigado gente. Todos vocês estão com seus nomes gravados na história dos Guerreiros do Passo. Em 2018 tem mais... Evoé!





Um comentário:

  1. Ainda tentando acreditar no sonho vivenciado ontem... Um sonho mágico, magistral, encantador... Não sei se foi realidade ou se foi um sonho coletivo... Algo que nem em nossos maiores sonhos, imaginávamos... Os acordes dos clarins anunciando a chegada do Calunga Gigante O Homem da Meia Noite, a Banda da Polícia Militar de Pernambuco a entoar seu hino, passistas, foliões, carnavalescos, crianças, idosos arrepiados, com olhos lacrimejantes diante daquela entidade apaixonante... É, Guerreiros, foi sublime... Nossos 12 anos de trabalho nos trouxeram inúmeras felicidades, mas esse momento já entrou em nossas memórias e já fixou-se de maneira inesquecível, transcendental, místico e mágico... E eu ainda não sei se foi realidade ou se continuo sonhando...

    ResponderExcluir