News - Praça do Hipódromo volta a receber as aulas do Projeto Frevo na Praça. / Camisas com a marca do grupo estão à venda por R$30 reais. / Site dos Guerreiros ultrapassa 285 mil visitas. / VOCÊ GOSTOU DO SITE? JÁ PARTICIPOU DE ALGUMA ATIVIDADE NOSSA? TEM ALGUMA SUGESTÃO? COMENTE, MANDE SUA MENSAGEM POR E-MAIL OU PELAS REDES SOCIAIS. DÊ SUA OPINIÃO E NOS AJUDE A APRIMORAR NOSSAS AÇÕES COM O FREVO. CERTAMENTE ISSO NOS AJUDARÁ BASTANTE A ENRIQUECER TODO O TRABALHO. OBRIGADO!

Aulas de dança

Os Guerreiros do Passo mantêm há onze anos na zona norte do Recife, um trabalho cultural denominado Projeto Frevo na Praça. A ação acontece por meio de aulas gratuitas de dança, realizadas na Praça Tertuliano Feitosa no bairro do Hipódromo. As atividades de ensino são comandadas por uma equipe de cinco instrutores, onde são disponibilizados conteúdos sobre o ritmo pernambucano e informações sobre o Método de ensino criado pelo Mestre Nascimento do Passo. Os encontros são semanais e as aulas acontecem todas às tardes de sábado a partir das 15 horas, e nas noites de quarta a partir das 19 horas. Qualquer pessoa pode participar, e não é preciso pagar nenhum valor para fazer parte do trabalho.
Além de contribuir para a formação de novos passistas através do legado cultural do Mestre Nascimento, o projeto estimula o desenvolvimento de futuros professores, e o desejo de multiplicação dos ensinamentos propagados durante o ano todo. O grupo acredita que o frevo tem força cultural suficiente para ser praticado em todos os meses, independentemente de época carnavalesca. O objetivo principal é fortalecer a dança do frevo enquanto Patrimônio Cultural do Brasil e da Humanidade, mantendo vivos seus saberes artísticos e sociais, assim como, salvaguardar a metodologia criada pelo Mestre Nascimento do Passo.
O Projeto tem promovido o resgate das tradições populares, valorizando a identidade local e permitindo a democratização e ocupação inteligente do espaço público. Desde a sua concepção, a ação tem sido reconhecida como uma iniciativa que fomenta as dinâmicas artísticas da cidade, que promove integração das pessoas e o acesso às manifestações culturais. Já passaram pelo projeto aproximadamente 2500 alunos, numa faixa etária entre 6 a 75 anos de idade.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário